Espetáculo OriRe traz para o palco o diálogo entre as matrizes africanas e o teatro grego

 Estreia dia 11 de junho no espaço Sylvio Monteiro, em Nova Iguaçu

A saga de um homem que busca conhecer um mundo aparentemente inacessível e vive experiências nunca antes imagináveis, como dialogar com a morte. Para narrar esta epopéia, uma proposta cênica que reúne a corporeidade dos Orixás e do samba de roda do Recôncavo Baiano, além da potencialidade dramatúrgica encontrada nos itans (contos) africanos em correlação com a tragédia grega clássica.

Essa é a essência do OriRe – Saga de um Herói que confrontou a Morte montagem teatral contemporânea, que cumprirá curtíssima temporada durante o mês de junho no Espaço Cultural Sylvio Monteiro (Centro – Nova Iguaçu).

Contemplado com o Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz 2009, OriRe, o espetáculo, tem direção e texto de Gustavo Mello, com colaboração de Rodrigo dos Santos, que também protagoniza a montagem. A peça foi desenvolvida por atores e atrizes negros que participaram do Projeto OriRe – realizado entre os meses de janeiro e março de 2010, promovendo oficinas de teatro, dança e samba de roda baseadas no traço étnico afro brasileiro, numa iniciativa do Indec – Instituto de Desenvolvimento Cultural do Ilé Omiojúaro.

“A partir de improvisações baseadas na gestualidade sugerida pelos movimentos dos Orixás e pela dança do Samba de Roda, e tendo por tema o conceito africano de Ori (cabeça), os atores desenvolveram sequências corporais que posteriormente se transfomaram em cenas com textos, relacionando o tema com sentimentos e motivações encontrados nos itans africanos e com estrutura assemelhada às tragédias gregas clássicas. O espetáculo propõe um forte traço identitário com a cultura afrobrasileira, tomando-a como importante fonte de desenvolvimento para a linguagem teatral”, explica Gustavo Mello, que integrou durante sete anos o grupo teatral Cia dos Comuns, atuou em filmes como Desafinados e Ó Pai, Ó e na TV integrou o elenco das novelas Um Anjo C aiu do Céu, Sabor da Paixão e Começar de Novo.

 

Os atoresRodrigo dos Santos e Marcos Serra em cena. Foto: Andressa Cavalcanti

Os atoresRodrigo dos Santos e Marcos Serra em cena. Foto: Andressa Cavalcanti

Segundo Rodrigo, que já atuou em filmes como Cidade dos Homens, O ano em que meus pais saíram de férias e a mini-série Filhos do Carnaval, “as duas culturas se encontram em vários sentidos, principalmente na relação delas com o sagrado, de uma maneira mais mítica e menos material. Isso é importantíssimo para debatermos a filosofia das matrizes africanas, contrapostas com a cultura ocidental, sem cairmos no clichê que envolve este tema”.

Sinopse

O espetáculo conta a história de um homem, desde a sua construção, do barro, ainda antes de nascer. Ao atingir a idade adulta ele decide partir para o mundo no intuito de conhecer outras culturas e povos. O Patriarca de sua cidade lhe impõe três importantes interditos, cuja desatenção poderá lhe levar à completa perda de identidade enquanto membro de seu grupo. O protagonista, seduzido pela possibilidade de viver experiências e sensações jamais concebidas ou admitidas pela comunidade a que faz parte, quebra o primeiro interdito ao se entregar perdidamente ao amor de uma mulher. Por ironia do destino, o objeto de seu amor morre, e ele decide partir no encalço da Morte para, numa conversa frente a frente, fazê-la “desmorrer” o seu Amor. Para isso, terá que quebrar outros dois interditos – andar em companhia da Loucura e procurar pela Morte.

 

SERVIÇO

OriRe – Saga de um Herói que confrontou a Morte

A história de um homem que, ao partir para o mundo no intuito de conhecer outras culturas e povos, decide ter uma conversa com a Morte.

 

Ficha Técnica:

Texto – Gustavo Mello, com a colaboração de Rodrigo dos Santos e elenco |Direção – Gustavo Mello | Direção de Movimento – Ágatha Oliveira | Desenho de Luz – Jorginho de Carvalho | Cenário – Alexandre Sá | Figurino – Alexandre Sá e Amélia Sampaio | Sonorização – Filipe Pires | Música – Noan Moreira Gomes

 

Elenco:

Ágatha Oliveira | Daniele Duarte | Jorge Freire | Marcos Serra | Noan Moreira Gomes | Rodrigo dos Santos | Sarito Rodrigues | Valéria Monã

 

Serviço:

Local: Espaço Cultural Sylvio Monteiro (ligado à secretaria de Cultura de Nova Iguaçu)

Rua Getúlio Vargas 51, Centro – Nova Iguaçu (ao lado da estação ferroviária)

Capacidade: 140 lugares | Tels:

 

Datas: 11/06, 12/06 – 20h; 13/06 – 19h; 18/06 – 20h; 19/06 – 20h; 20/06 – 19h; 23/06 – 20h; 24/06 – 20h; 25/06 – 20h

Preços: R$ 10,00 (inteira), R$ 5,00 (meia) e R$ 2,00 (para grupos agendados)

Observação: bilheteria aberta 1h antes do espetáculo

 

Agendamento de Grupos:

Marcos Miranda – tel: 9963-3788

  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *