Esperançar

Não posso menos que partilhar alguns sentimentos contraditórios, que me visitam neste momento em que o Brasil vive um dos momentos mais desconcertantes da sua história.

Por um lado, um desgoverno totalmente imoral, inimigo dos direitos humanos, sociais e laborais, à frente de uma operação de destruição do país.

Por outro lado, e convergindo com isto, uma massa de “cidadãos” avessos à reflexão e ao estudo, contrários ao diálogo e à pesquisa, movidos por chavões do mais raso calão.

Não posso ficar calado, sabendo que a voz da resistência que começa a se manifestar, está crescendo. Irá se multiplicar.

Iremos recuperar o Brasil para a decência, voltar a valorizar o trabalho que cria as riquezas e que também ensina valores morais.

Refazer a vida desde os pequenos espaços, os encontros no dia a dia, cada conversa, cada pessoa que possamos ter ao alcance, que seja uma possibilidade de recriar forças para que o país volte à normalidade institucional ao império pleno da Constituição, e a uma justiça afastada de afã persecutório e partidista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *