Eleição

O Professor Fernando Haddad está enfrentando neste segundo turno, um perigoso adversário.

É o adversário do gênero humano. Um criminoso de lesa humanidade. Se houvesse justiça no Brasil, já teria sido processado, julgado e condenado.

O perigo da impunidade é que ela banaliza o crime. Uma sociedade não pode existir sem limites. Ninguém gosta de limites, mas sem eles, desaparece a humanidade.

Na Argentina, os crimes contra a humanidade cometidos durante o último regime autoritário, foram julgados por tribunais comuns, e os culpados, condenados.

Comentários

comentários