Despejos na Vila Autódromo (RJ): lideranças comunitárias soltam nota sobre decisão da Prefeitura

Foto: global.org.br

Foto: global.org.br

Leia abaixo a nota e aqui a matéria sem apuração correta do jornal O Dia:

“NÃO É MOTIVO PARA DESESPERO ISSO ERA ESPERADO POR NÓS!

É, pessoal, estamos na reta final e o que esperávamos aconteceu. O prefeito em desespero, sem conseguir comprar a todos com seu dinheiro sujo, entrou com processo de desapropriação. Veja o que fala um dos artigo abaixo sobre:

Art. 1º. A desapropriação por utilidade pública regular-se-á por esta lei, em todo o território nacional.

08 Só as entidades políticas maiores podem desapropriar das menores (por isso, Município não pode desapropriar de Município).

OBS: 1) Por utilidade pública ou seja hospitais, escolas, vias públicas… (Não é o caso do prefeito todos sabemos que ele quer desapropriar nossas casas PARA FINS PRIVADOS, entregar para a Carvalho e Odebrecht, “aquela do lava jato”)

2) O município não pode desapropriar município, então o município terá que recorrer a órgãos superiores, Estado ou governo federal. Confira tudo e tire suas dúvidas no site http://bit.ly/1HbsNsB

Resumindo aos interessados e preocupados: Se inteirem e se aprofundem mais pelas leis e seus direitos melhor do que já sabem e vamos nos acalmar que ainda tem bastante água para passar por debaixo da ponte. Saudações comunitárias e solidárias. A vitória esta mais perto do que nunca!

VILA AUTÓDROMO VIVE!”

Acompanhe clicando aqui.