Cuidado com o Lobão

Share

Ministro Lobão, com apoio de Lula e Dilma, pretende acabar com a PETROBRAS, única empresa brasileira que pode nos retirar da situação secular de colônia.

PETROBRAS AMEAÇADA
PRECISAMOS REAGIR

Wladmir Coelho
Mestre em Direito e Historiador

O ministro das Minas e Energia Edison Lobão retira a máscara e mostra a verdadeira face dos “defensores” da Petrobras: O governo vai entregar o pré-sal aos oligopólios internacionais através de mais um ato matreiro recheado de marketing social e político.

O discurso do senhor Lobão para uma imprensa dócil, que confunde ou busca confundir um discurso ideológico como razão ou verdade absoluta, segue a cartilha do decadente modelo regulatório fundamentado na fórmula de entrega do bem econômico petróleo às empresas privadas diante da alegada incompetência do Estado. Em função da crise mundial estas empresas petrolíferas encontram-se ligadas diretamente ao governo dos EUA conforme denunciamos (clique aqui), mantendo deste modo nossa tradição colonial fantasiada – por obra e graça dos marqueteiros e grande imprensa – de redenção nacional através da criação de um fundo (ainda sem nome, sem recursos definidos) para educação e saúde.

Excluindo o discurso ideológico do governo e grande imprensa, temos na prática o enfraquecimento da Petrobras através da criação de uma empresa para entregar o pré-sal aos oligopólios considerando as características do contrato de risco compartilhado. Observem que neste modelo quando aumenta o risco torna-se maior o percentual da empresa nos valores embolsados e tratando-se do pré-sal iniciaram-se – de forma conveniente – as notícias de existência de poços secos em Santos fator que alarga os “riscos” de exploração. O Brasil, vencendo a proposta do governo, vai continuar sua prática de exportação de matéria prima através de empresas internacionais (olho na estranha e ainda não totalmente esclarecida negociação com a China, voltaremos ao tema) e verificando a situação dos países que adotaram tais práticas com o petróleo não será difícil prever o futuro.

O presidente Lula comete um erro histórico ao conduzir ideologicamente a questão do pré-sal, pois somente os Estados Unidos conseguiram utilizar para o seu desenvolvimento os recursos do petróleo através da exploração privada e neste ponto devemos lembrar que este país foi pioneiro na indústria petrolífera utilizando para este fim capital nacional. Quanto aos demais produtores do “ouro negro” a utilização em beneficio de sua população somente ocorreu após a estatização da produção e neste caso devemos incluir a Noruega (clique aqui) cujo exemplo é deturpado através dos membros do governo como forma de justificar a política entreguista em marcha.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>