Doidice

Do Coleguinhas, Uni-vos!

Pronto! Aconteceu. O pessoal das antigas do jornalismo brasileiro não agüentou e pirou com a pressão da internet. A gota d´água foi a ideia da Petrobras de criar um blog no qual coloca as perguntas que os jornalistas dirigem à empresa e a respostas desta. O abilolamento é tal que a ANJ chega a invocar a confidencialidade da relação entre jornalista e fonte para atacar o blog, esquecendo (amnésia seletiva é um fenômeno tão interessante…) que se as perguntas são públicas e a empresa as respondeu, as respostas também devem ser públicas – ou será que a ANJ defende a contradição em termos da “resposta oficial em off”?

A loucura – parece que causada pela dor lancinante provocada pelo desmascaramento – fez ainda com que a ANJ confundisse aquela mensagem de praxe que finalizada as mensagens de email – usada há anos por quase todas as empresas grandes, por conselho dos advogados, a fim de isentar as companhias do uso de mensagens internas em demandas públicas – com ameaças à sacrossanta liberdade de imprensa.

Na boa, o blog da Petrobras (é esse aqui, baseado no wordpress) não ameaça a liberdade de imprensa coisa nenhuma. Quem o faz são os veículos de comunicação quando, em tresloucado gesto (como se dizia antigamente), dão não um tiro no pé, mas na cabeça ao ir contra a liberdade de expressão da qual a de imprensa é uma conseqüencia – importante, mas apenas consequência.

Por outro lado…

A Petrobras não deveria usar o blog pontualmente, para dar esclarecimentos sobre a CPI, mas usá-lo para pôr as perguntas e respostas a todas as questões enviadas pelos jornalistas a sua assessoria. Seria um trabalho do cão, sem dúvida, mas seria a prova dos nove para a empresa na questão da transparência.

(original e comentários no blog, clique aqui. Ivson, coleguinha, é colaborador, sempre atento à mídia tupiniquim)