Evandro Vieira Ouriques

Email: evouriques@terra.com.brCriador da metodologia Gestão da Mente Sustentável®: o Quarto Bottom Line, apresentada ao público pela primeira vez na Conferência Internacional 2005 do Instituto ETHOS, e coordenador do Núcleo de Estudos Transdisciplinares de Comunicação e Consciência-NETCCON.ECO.UFRJ, dedica-se à questão teórica e operacional da relação entre estados mentais e a construção de agregadores de inovação que permitam o restabelecimento da confiança e da conversa pessoal, organizacional e das redes, condição entendida como decisiva para a construção de realidades compatíveis com o vigor das políticas públicas sociais e da responsabilidade sociambiental.

Evandro Vieira Ouriques, pós-doutor em Cultura de Comunicação, Globalização de Mercados e Responsabilidade Ética pelo Programa de Pós-Doutorado em Estudos Culturais do Programa Avançado de Cultura Contemporânea do Forum de Ciência e Cultura da UFRJ, introduziu, em 2005 e 2006 -pela primeira vez no campo das Ciências da Comunicação no Brasil, através do Núcleo de Pesquisa de Políticas e Estratégias da Comunicação da INTERCOM- a questão do valor estratégico da Não-violência para o vigor da Cultura de Comunicação.

Também em 2006, o Prof. Dr. Evandro introduziu pela primeira vez no cenário nacional no campo do Ensino de Ética e Teoria de Jornalismo, através do Encontro Nacional de Professores de Jornalismo-FNPJ, a questão da Desobediência Civil Mental.

E introduziu, em 2008, no I Fórum de Mídia Livre, a questão da Mente Livre como condição efetiva para que as verbas obtidas pelos midialivristas através da regulação da distribuição das verbas públicitárias públicas e da expansão de cultura digital seja de fato o exercício de vozes próprias e não apenas “mais do mesmo”.

O Prof. Evandro, doutor e mestre em Comunicação e Cultura, é cientista político, jornalista, designer, gestor cultural, escritor, terapeuta de base analítica e consultor é pesquisador do CNPq no Grupo de Pesquisa Cultura de Mercado e Responsabilidade Ética: Recentes Propostas Teóricas de Leitura, do Programa Avançado de Cultura Contemporânea-PACC.Forum de Ciência e Cultura.UFRJ.

Especialista em novas tendências, é Bacharel em Ciências Sociais (concentração Ciência Política) pelo Instituto de Filosofia e Ciências Sociais-UFRJ (1980), Mestre (1992) e Doutor (2001) em Comunicação e Cultura pela Escola de Comunicação-UFRJ e Pós-doutor em Estudos Culturais pelo PACC.FCC.UFRJ (2007) com o tema Cultura de Comunicação, Globalização de Mercados e Responsabilidade Ética.

Hoje é Professor Adjunto do Departamento de Expressão e Linguagens da ECO.UFRJ e coordenador do Núcleo de Estudos Transdisciplinares de Comunicação e Consciência-NETCCON.ECO.UFRJ, cuja agenda é a economia psico-política da comunicação e da cultura, estratégica para o vigor da cidadania, políticas públicas e sustentabilidade dos empreendimentos (re-envolvimentos) locais e globais.

Criou em 1992 a metodologia Diagnóstico Visual como Estratégia de Transformação, fruto de suas ações por mais de 20 anos no campo da Imagem e Consciência.

Tem experiência na área de prevenção e superação da violência. Sua ênfase é a teoria e a prática da comunicação para a mudança e para a transformação através de experiências de aprendizagem que visam estimular solidariedades de transformação em meio às instabilidades contemporâneas (transculturalidade, transnacionalidade, transfigurações e tradução cultural).

Atua nos seguintes temas: não-utilitarismo, não-dualismo, atividades e afetos, construção de estados mentais não-violentos, superação de conflitos e projetos problemáticos, atos e organizações sustentáveis, construção de voz própria, autonomia dos sujeitos diante do interesse e poder, generosidade e diálogo multicultural e religioso, culturalização da economia, espírito e negócios, e intensificação do trabalho de cooperação ética nas redes e organizações.

Tem formação em terapia de base analítica (2007) reconhecida pela International Federation of Orgonomic Colleges-IFOC.

Professor da UFRJ desde 1979, exerce, como executivo, ponte entre a Academia e o Ministério da Cultura (desde seu embrião na SEAC.MEC), de 1980 a 2001, através da coordenação de projetos sobre identidade estética do homem brasileiro na dinâmica centro-periferia (o Projeto Visualidade Brasileira), origens da cultura brasileira e desenvolvimento cultural (local-glocal) e dinamização do circuito de arte no BR a partir das áreas da fotografia e das artes plásticas (Programa Integrado Clarival do Prado Valladares-FUNARTE); bem como curador e designer de exposições (p. ex. a que apresentou Sebastião Salgado ao Brasil, em 82), conservador de obras de arte e editor de catálogos e livros.

Desenvolve desde 2001 a série Acontecimentos Ato Integral, na qual experimenta a dissolução de saberes (Morin) entre Comunicação, Política, Arte e Terapia. De 2000 a 2003 atua intensamente com Diálogo Inter-religioso através do Viva Rio-Movimento Inter-religioso do Rio de Janeiro e da URI-United Religions Initiative.

É membro: da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação-Intercom, do Forum Nacional de Professores de Jornalismo, do Conselho Deliberativo do Núcleo de Estudos do Futuro-NEF.PUC.SP, da Comissão Especial da ABNT-ISO 26.000 de Responsabilidade Social, da COMPARES-Associação Internacional de Estudos Íbero-Eslavos, do Instituto Cultural Brasil-Rússia Mikhail Lermontov e do Global Lookout Panel do Millenium Project da World Federation of United Nations Associations.

O NETCCON criou quatro disciplinas: (1) Comunicação, Construção de Estados Mentais e Não-violência, (2) Linguagem Gráfica, (3) Tesseturas de Vida na Globalização (com a Profa. Sandra Korman Dib) e (4) Jornalismo de Políticas Públicas Sociais, esta com a Agência de Notícias dos Direitos da Infância-ANDI e desde 2008/1 também Curso de Extensão. No momento cria a quinta, a respeito das relações entre comunicação organizacional e o vigor da responsabilidade socioambiental.


Principal..Consciência.Net