Após espionagem na Petrobrás, movimentos protestam no Consulado dos EUA no Rio

Os ativistas da campanha O Petróleo Tem que Ser Nosso protestaram contra a realização do leilão do megacampo de Libra em frente ao consulado dos Estados Unidos no centro do Rio de Janeiro, no final da tarde da última quarta-feira (18).

Os movimentos sociais destacam que a espionagem estadunidense coletou ilicitamente informações que favorecem as empresas daquele país no processo de licitação dos blocos do petróleo.

O diretor da AEPET, Francisco Soriano, lembrou que a espionagem do governo dos Estados Unidos teve como objetivo obter segredos comerciais da Petrobrás que beneficiam as multinacionais norte-americanas e aliadas no leilão de Libra. “Nenhuma empresa possui tantas informações sobre o campo de Libra como a Petrobrás, ao conseguir essas informações ilegalmente as multinacionais estrangeiras vão para o leilão em vantagem”, destacou Soriano.

O coordenador do Sindipetro-RJ, Emanuel Cancella, afirmou que a espionagem americana ameaça o patrimônio nacional. “A resposta à espionagem tem que partir de todo o povo brasileiro, principalmente agora que nós estamos às vésperas do leilão de Libra. A espionagem é só mais um motivo, dentre tantos outros, pra nós barrarmos esse leilão. Na campanha eleitoral, Dilma disse que privatizar o pré-sal era um crime. Agora ela faz exatamente o que denunciou! Isso é um estelionato eleitoral e vamos pressionar a presidenta para cumprir sua palavra e cancelar o leilão do pré-sal”, disse.

A manifestação contou com petroleiros, estudantes, sem tetos, ativistas do Ocupa Câmara e de outros movimentos sociais. Discursos inflamados no carro de som, distribuição de panfletos e adesivos e muitas faixas denunciando os leilões e a espionagem marcaram o ato. Os coordenadores da campanha O Petróleo Tem que Ser Nosso intensificar a campanha para barrar o leilão do pré-sal e planeja iniciar na semana que vem um acampamento no Rio de Janeiro que permanecerá até a presidenta Dilma Rousseff cancelar a licitação do campo de Libra.

Fonte: CSP-Conlutas