‘Apologia ao crime’ no dos outros é refresco

Ninguém pode ser preso sem ser julgado, lembrou MC Leonardo da APAFunk em dezembro de ano passado.

Tenho uma única pergunta: Os assassinos do BOPE foram presos por “apologia ao crime” pelo crime de tortura depois da exibição do filme ‘Tropa de Elite’? Não, eles venderam camisas e tiraram fotos como estrelas do cinema. Ninguém questionou. Muito menos a PM ou o Estado. Muito menos a honrada apresentadora abaixo, que é deputada.

Chamamos essa atitude da Cidinha pelo nome: hipocrisia.

(via Guilherme Pimentel e MC Leonardo APAFunk)

* * *
COM O SEU, COM O MEU, COM O NOSSO. Deu no Jornal da Band: “Bens públicos são usados por empresas de telefonia depois da privatização do setor. Está nas mãos da Justiça Federal a tarefa de abrir uma caixa preta de mais de R$ 20 bilhões de reais.”

O dinheiro é nosso, mas o controle momentâneo é das teles, que estão vendendo nosso patrimônio. Talvez máfia seja uma palavra muito branda. Leia mais Leia outros detalhes aqui.

* * *
PATINANDO. No jornal O Globo de 20 de maio agora: