Aniversários

Por Isaac Bigio

LONDRES, 10/5/2005. No dia 30 de abril, foi comemorado o 60° aniversário do suicídio de Hitler e o 30° aniversário da captura vermelha de Saigon. Para os Estados Unidos, a derrota nazista o conduziu a ser o protetor dos menores impérios coloniais europeus. Em contrapartida, sua derrota no Vietnã foi o maior golpe que recebeu.

Bush, viajando pela Europa comemorando os 60 anos da rendição germana, formulou uma revisão histórica e estratégica. Segundo ele, os EUA já não devem fazer um pacto com ditaduras “comunistas” para repartir a Europa e o mundo (como o iniciado há seis décadas). Também não deve promover ditaduras anticomunistas no “Terceiro Mundo” (como fizeram durante a Guerra Fria).

Ele sustenta que Washington procura contribuir para que todos os países do mundo se “democratizem” e marchem para um liberalismo econômico e político. Vários países suspeitam que atrás desse discurso esconde-se o “sonho americano” de elevar-se como “ditadura global”.

Share

Comentários

comentários

Revista diária fundada em 13 de maio de 2000.

Seções: Sem categoria. Tags: .