Andi: mídia é parcial na sua auto-reflexão

Do Comunique-se, 21/3/2007

Com o objetivo de traçar um panorama sobre como a mídia impressa nacional aborda assuntos relacionados à comunicação, a Agência de Notícias dos Direitos da Infância (Andi) divulgou, na terça-feira (20/03), o estudo “Mídia e Políticas Públicas de Comunicação”. A principal conclusão levantada pela pesquisa é que a cobertura da mídia sobre o tema é seletiva e parcial nos pontos que mais lhe são sensíveis, como regulação de conteúdo e concentração de meios.

O documento de 226 páginas, elaborado em parceria com a Fundação Ford – disponível em PDF –, partiu da análise de 1184 matérias publicadas entre 2003 e 2005 em 53 jornais de todos os estados do País e também em quatro revistas de circulação nacional.

“Coletamos o material no período de dois anos e passamos 2006 analisando os textos. Cada um deles era avaliado em uma ficha de análise com 700 itens. Fizemos uma apuração bem detalhada do status quo da mídia impressa”, informa Guilherme Canela, coordenador de atividades acadêmicas da Andi e responsável pela pesquisa. Clique no título para ler a matéria na íntegra.

Share

Comentários

comentários

Revista diária fundada em 13 de maio de 2000.

Seções: Opinião. Tags: .