Agora Brasil!

O massivo protesto nacional contra o desgoverno e a sua política deseducativa, é motivo de alegria para todo o setor decente deste país. Que a juventude se levante, como o fez, de norte a sul e de leste a oeste, para defender o direito a um futuro que lhe pertence, e que não pode de jeito nenhum ser cancelado pela atual quadrilha governante, é um motivo da mais profunda alegria e orgulho.

Um país é mais do que as elites governantes. Isto é bem sabido. Ver que a cidadania em peso se põe de pé frente às tentativas de destruição da sociedade, saindo da passividade e da inércia, é algo que reacende a esperança. A história mostra que é a juventude a que leva dentro de si, o germe da renovação necessária. Nela se aninha o que de mais puro existe numa nação.

Juventude não é uma faixa etária, apenas. Trata-se das pessoas que, não importa o que diga o calendário, ainda acreditam, ainda têm fé e esperança. Um país não é uma classe social, não é uma elite econômica, não são os proprietários das terras, das fábricas, dos meios de informação, dos bancos, não é uma elite política ou institucional.

Um país é uma costura fina, é um tecido de gente em movimento, em pequenos e não tão pequenos espaços, onde se cultiva o amor e a justiça, a comunidade e a solidariedade. Este é o país que disse não à tentativa de destruir o Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *