“Abaixando a Máquina: ética e dor no fotojornalismo carioca” estréia nesta sexta (30)

Estréia na UFRJ nesta sexta-feira, 30 de novembro, o documentário “Abaixando a Máquina: ética e dor no fotojornalismo carioca”, que discute a emoção e a responsabilidade de quem retrata o dia-a-dia dos conflitos urbanos do Rio de Janeiro.


Na próxima sexta, dia 30, às 18h, no auditório da CPM, Campus UFRJ da Praia Vermelha, estréia o documentário de longa metragem “Abaixando a Máquina: Ética e Dor no Fotojornalismo Carioca”, dirigido por Guillermo Planel e Sergio Pugliese. Esta estréia, seguida de painel de debate. A iniciativa é do NETCCON.ECO.UFRJ-Núcleo de Estudos Transdisciplinares de Comunicação e Consciência, através da disciplina Jornalismo de Políticas Públicas Sociais, com apoio da ANDI-Agência Nacional dos Direitos da Infância, e coloca em destaque este filme muito importante de autoria da Approach Gestão de Informação e do Núcleo da Imagem.

A emoção e a responsabilidade de quem retrata o dia-a-dia dos conflitos urbanos do Rio de Janeiro são o fio condutor do documentário Abaixando a Máquina- Ética e Dor no Fotojornalismo Carioca. O filme levanta questões centrais do fotojornalismo contemporâneo, através do ponto de vista da dor de cidadãos fotografados e de quem os fotografa em diferentes confrontos na cidade de maneira a abrir o debate a respeito da ética dos profissionais no momento do registro da dor e de saa publicação na imprensa.

O filme apresenta depoimentos decisivos sobre o tema dados por grandes nomes da fotografia do Rio de Janeiro, como Alex Ferro, Alexandre Brum, Ana Branco, Berg Silva, Carlos Wrede, Custódio Coimbra, Daniel Ramalho, Domingos Peixoto, Estefan Radovicz, Evandro Teixeira, Flavio Damm, Gabriel de Paiva, Guilherme Pinto, Ignácio Ferreira, Ivo Gonzalez, João Laet, Luis Alvarenga, Luiz Morier, Marcelo Carnaval, Márcia Foletto, Marcos Tristão, Michel Filho, Orlando Abrunhosa, Severino Silva, Uanderson Fernandes, Wania Corredo e Wilton Jr.

Através da experiência desses profissionais, Abaixando a Câmera- Ética e Dor no Fotojornalismo Carioca consegue traduzir a relação que existe entre os fotógrafos e as comunidades carentes, como são realizadas as coberturas nos conflitos armados e como é tratado o posterior registro da tragédia consumada.

No final da sessão uma mesa de debates reunirá os fotógrafos Wania Corredo, Domingos Peixoto, Marcos Tristão, Wilton Jr, os produtores Renato de Paula e Guilhermo Planel e o professor e cientista político Evandro Vieira Ouriques, coordenador do NETCCON.ECO. UFRJ, associado ao Programa Avançado de Cultura Contemporânea-PACC.FCC. UFRJ.

Idealizado por Sergio Pugliese, da Approach Gestão de Informação, e por Guillermo Planel, da Núcleo da Imagem, Abaixando a Máquina- Ética e Dor no Fotojornalismo Carioca tem produção executiva de Berg Silva & Rafael Guimarães e colaboração de Domingos Peixoto. O documentário é uma realização da produtora Núcleo da Imagem.

SERVIÇO:
PRÉ-ESTRÉIA DO DOCUMENTÁRIO LONGA-METRAGEM ABAIXANDO A MÁQUINA- ÉTICA E DOR NO FOTOJORNALISMO CARIOCA
DATA E HORÁRIO: 30 de novembro (sexta-feira) , 18 horas
LOCAL: Campus UFRJ Praia Vermelha, Central de Produção Multimidia (CPM) da Escola de Comunicação da UFRJ
ENDEREÇO: Av. Pasteur 250, Praia Vermelha

_______________________________________
Lembre-se que você tem quatro opções de participação: (I) Um email de cada vez; (II) Resumo diário; (III) Email de compilação; (IV) Sem emails (acesso apenas online). Para cancelar, responda solicitando. [www.consciencia.net/agencia]

Comentários

comentários

Pessoal, vcs sabem se esse filme será exibido em algum centro cultural em são paulo? obrigado, murilo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *