são joão de meriti
Rádios comunitárias fazem audiência púlica nesta quinta (5/5)

Da redação, 2/5/2005

No dia 29 de março, sete rádios comunitárias de Vilar dos Teles, em São João de Meriti (RJ), tiveram seus transmissores lacrados por agentes da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Segundo comunicadores ouvidos pela redação, a agência teria agido sem mandado judicial. As emissoras comunitárias da região vão promover uma audiência pública no dia 5 de maio, às 19h, na Câmara de Vereadores de São João de Meriti, para discutir o caso e propor ações.

Nesta mesma data será apresentado um manifesto sobre a repressão às rádios comunitários. A apresentação contará com a presença de várias instituições, lideranças comunitárias, o deputado estadual Carlos Minc, artistas locais e entidades que lutam pela a democracia da comunicação. A audiência contou com o apoio do presidente da Câmara dos Vereadores, vereador Padre Abelar.

Segundo a radialista Susana Marques, da rádio Onda Livre, o apoio dos movimentos populares é fundamental para as rádios comunitárias. “Precisamos muito do apoio de todos para que possamos seguir nosso caminho, seguir contestando e combatendo as leis que protegem o monopólio das grandes empresas de comunicação e que impedem a sociedade civil de se organizar construindo seus próprios veículos. Temos que dar espaço para as comunidades despertarem para seus direitos e lutarem por espaço nesta sociedade, por direitos garantidos pela constituição”. Susana repudiou também a ação da ANATEL: “Nós não cometemos chacinas, não roubamos o INSS, nem tão pouco deixamos os hospitais sem aparelhos”.
 

Rio | Mídia

Publicidade

.

------------------------------------------
Visite também:
—>.Busca no site
—>.Agência Consciência.Net
—>.Café da Manhã
—>.Cartas
—>.Mapa da revista
—>.Principal

------------------------------------------
Consciência.Net